Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Estado de emergência não altera seguros

20 mar, 2020 - 11:30 • Sandra Afonso

As seguradoras têm já em vigor várias medidas para facilitar a atividade durante a atual crise provocada pelo novo coronavírus

A+ / A-

"A generalidade dos seguros não prevê clausulas de exclusão ou limitação das coberturas,pela mera declaração do estado de emergência", esclarece a Associação Portuguesa de Seguradores, esta sexta-feira.

Ainda assim, o setor está a avaliar, junto do governo e do regulador, a adoção de medidas legislativas e regulatórias adicionais que, neste momento, simplifiquem procedimentos. Entre elas está o "envio das 'cartas verdes', associadas ao seguro obrigatório automóvel, por meio eletrónico e a preto e branco."

As seguradoras têm já em vigor várias medidas para facilitar a atividade durante a atual crise provocada pelo novo coronavírus, como: o pagamento dos testes de Covid-19 com prescrição médica; a aceleração dos pagamentos em caso de sinistro, sobretudo aos hospitais; admitem flexibilidade no pagamento dos prémios de seguros a prestadores regulares e clientes, sendo os casos analisados individualmente.

As seguradoras estão em regime de teletrabalho, mas garantem que tudo fazem para "manter a maior normalidade possível na atividade, seja na subscrição, gestão de sinistros ou assistência a clientes, segurados e beneficiários".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+