Mário Centeno: nas bocas do mundo e no coração de Giões