Siga-nos no Whatsapp
A+ / A-

FC Porto

Cláusula de compra de Vitinha no Wolverhampton não é obrigatória

29 jun, 2021 - 18:29 • Eduardo Soares da Silva

Médio poderá voltar ao FC Porto caso o clube inglês não acione até ao fim do mês a cláusula de 20 milhões de euros.

A+ / A-

A cláusula de compra de Vitinha no Wolverhampton não é obrigatória e o futuro do médio internacional sub-21 continua em aberto.

A 19 de maio deste ano, o vice-presidente do FC Porto deu como garantida a transferência definitiva do jovem médio para os Wolves, que dependia da manutenção do clube na Premier League.

No entanto, fonte próxima do processo garante que Vitinha "não é jogador do Wolverhampton neste momento" e que a cláusula de compra, fixada em 20 milhões de euros, não é obrigatória.

"Para atingirmos a nossa saída do 'fair-play' financeiro, havia dois negócios planeados que tinham de se concretizar. A venda do Danilo Pereira para o Paris Saint-Germain, que teria de ficar em primeiro ou segundo lugar, o que parece que vai acontecer, e que o Vitinha pudesse ficar com passe definitivo transacionado no Wolverhampton, se o Wolverhampton ficasse na primeira divisão e isso já aconteceu", disse.

O jornal "O Jogo" garante que a saída da alçada da UEFA não depende da transferência de Vitinha. O Wolverhampton poderá acionar a cláusula até amanhã, uma vez que é válida até ao final do mês de junho, mas o jornal "Record" dá como garantido que o Wolves, treinado por Bruno Lage esta época, não vai exercer esse direito.

Vitinha, de 21 anos, fez 22 jogos no Wolves nesta época, a maioria como suplente utilizado, tendo somado 711 minutos na equipa principal.

O médio foi uma das grandes figuras da seleção sub-21, que chegou até à final do Campeonato da Europa do escalão, neste verão.

Vitinha chegou à formação dos dragões em 2011 e estreou-se na equipa principal na temporada 2019/20, tendo realizado um total de 12 jogos. Integrou ainda o plantel que venceu a Youth League, em 2019.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+