A+ / A-

Euro 2024

UEFA decreta minuto de silêncio por vítimas de ataque em Bruxelas

17 out, 2023 - 17:06 • Redação com Lusa

Dois adeptos de futebol foram baleados mortalmente em ataque alegadamente terrorista, na segunda-feira, antes do jogo Bélgica-Suécia, de apuramento para o Euro 2024.

A+ / A-

Será observado um momento de silêncio em todos os jogos de qualificação para o Euro 2024 desta terça-feira, em memória das duas vítimas do ataque alegadamente terrorista de segunda-feira, em Bruxelas, antes do jogo Bélgica-Suécia, anunciou a UEFA.

Duas pessoas morreram baleadas e uma outra ficou ferida na segunda-feira à noite, numa altura em que as seleções da Bélgica e a da Suécia jogavam no Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas, em partida do grupo F de qualificação para o Europeu.

Ao intervalo, o jogo foi inicialmente interrompido, e posteriormente cancelado pela UEFA, numa altura em que as duas seleções estavam empatadas 1-1, após golos do sportinguista Viktor Gyokeres, aos 15 minutos, e de Romelu Lukaku, para a seleção da casa, aos 31, de grande penalidade.

Um dos mortos é sueco, outro é de origem sueca, mas também tinha bilhete de identidade suíço. A terceira vítima, gravemente ferida, também é de origem sueca, segundo o procurador federal belga Frédéric Van Leeuw.

De acordo com a ministra do Interior belga, Annelies Verlinden, o suspeito da morte dos dois cidadãos foi foi morto a tiro pela polícia, esta terça-feira, e a arma que terá sido usada pelo agressor foi recuperada.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, manifestou-se “chocado” e “triste” com o ataque ocorrido em Bruxelas e, em nome do organismo que dirige, enviou as “condolências às famílias e amigos das vítimas”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+