Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Seleção Nacional

Cristiano Ronaldo. Leilão de braçadeira rende 64 mil euros para ajudar bebé doente

02 abr, 2021 - 11:59 • Redação com Lusa

Bebé de seis meses sofre de atrofia muscular espinhal e precisa de tratamentos com custos na ordem de dois milhões de euros.

A+ / A-

A braçadeira de capitão da seleção nacional que Cristiano Ronaldo atirou ao relvado no fim do jogo com a Sérvia (2-2) foi arrematada, esta sexta-feira, por 64.000 euros. O leilão serviu para ajudar uma criança doente.

“O leilão, com caráter humanitário, da braçadeira de capitão de Cristiano Ronaldo acaba de terminar, com a notável cifra de 7,5 milhões de dinares [63.768,24 euros]”, informou o promotor, Jovan Simic, no Twitter.

Simic agradeceu ao bombeiro Djordje Vukicevic, que recolheu a braçadeira lançada pelo internacional português e que a entregou para ser leiloada, a fim de angariar dinheiro para ajudar um bebé.

A criança, de seis meses, sofre de atrofia muscular espinhal e precisa de tratamentos com custos na ordem de dois milhões de euros.

O Sérvia-Portugal, de qualificação para o Mundial 2022, estava empatado, já para lá dos 90 minutos, quando Cristiano Ronaldo respondeu a um passe longo de Nuno Mendes e rematou à baliza. A bola já ultrapassara completamente a linha de bolo quando Stefan Mitrovic cortou, no entanto, o golo não foi validado. Após o apito final, numa demonstração de frustração, o capitão da seleção atirou a braçadeira ao chão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+