Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Benfica convenceu Simões. "Dá sensação de que vamos ter equipa"

05 ago, 2021 - 12:45 • José Barata

O antigo jogador do Benfica considera que a vitória sobre o Spartak Moscovo não merece contestação. Na avaliação a João Mário, António Simões espera que o médio mantenha o nível perante adversários de outro nível.

A+ / A-

António Simões ficou satisfeito com a prestação do Benfica em Moscovo, frente ao Spartak. Em entrevista à Renascença, a antiga glória dos encarnados anota aspetos em que a equipa ainda pode evoluir, mas destaca a boa forma em que se apresentou no primeiro jogo oficial da época.

"Vi um Benfica melhor, sem dúvida nenhuma. Com uma solidez defensiva muito forte, uma posse de bola que ainda é um pouco lenta e que precisa de ter um pensamento agressivo, e vi um pequeno desperdício das oportunidades que se criaram. Mas foi uma vitória justa, perante um adversário indiscutivelmente inferior, mas com um sinal positivo e que dá a sensação de que vamos ter equipa, apesar de ainda faltarem alguns jogadores. Já se vê trabalho feito, mas ainda é preciso trabalhar mais, mas é bom começar as provas oficiais com uma vitória", entende.

O Benfica saiu da Rússia em vantagem na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, depois da vitória frente ao Spartak de Moscovo de Rui Vitória, por 2-0.

João Mário para rever

João Mário, eleito melhor em campo pela Renascença, foi uma das boas exibições do Benfica, em Moscovo. O médio ex-Sporting assistiu para o primeiro dos dois golos com que as águias se colocaram na frente do marcador perante o Spartak. António Simões espera que João Mário mantenha o nível perante adversários de maior valia.

"Sou sempre prudente na análise aos jogadores, porque um jogo não é uma época e não sou arrastado pelo que se passou ontem. Tenho de ter em conta o valor do adversário, a liberdade com que jogou, tenho de ter em conta a quantidade de vezes que passou para o lado e para trás. Parece que a posse de bola é um vício, todos os jogadores têm uma percentagem de passes certos elevada porque passam para trás. O que eu quero é que o passe que ele deu para golo se repita, e espero que João Mário repita o que fez perante adversários de maior valor", deseja.

O Benfica podia ter saído de Moscovo com uma vantagem maior, caso tivesse aproveitado algumas das oportunidades que criou e não finalizou. António Simões ressalva que "é preciso compreender que finalizar é uma das coisas mais difíceis de fazer". No entanto, adverte que "é preciso melhor esse aspeto".

Joga-se bem, passa-se bem e chega-se bem dentro da área e depois há o desperdício, e isso é uma pena. Mas há tempo para trabalhar, conhece-se a forma de trabalhar do treinador e estou convencido que esse fator pode melhorar", conclui.

Rafa e Gilberto marcaram os golos do Benfica, no jogo da 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, frente ao Spartak de Moscovo. A 2.ª mão disputa-se na Luz, na terça-feira, 10 de agosto, às 20h00. Antes, já no sábado, o Benfica estreia-se no campeonato, em Moreira de Cónegos. Jogo agendado para as 18h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+