Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

A sério, a sério, é amanhã

30 jul, 2021 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Depois de longos meses de ausência, e ainda que em dose reduzida, o futebol vai poder voltar a ser a festa de todas as festas, esperando-se que do jogo de amanhã saiam sinais de boa conduta.

O calendário do futebol português rasga neste sábado a sua primeira folha quando estiverem cumpridos todos os minutos do jogo da Supertaça em que vão estar envolvidos o campeão nacional, o Sporting Clube de Portugal, e o vencedor da Taça, o Sporting Clube de Braga.

O cenário está escolhido há algum tempo, e volta a ser o do estádio Municipal de Aveiro.

Depois de um intenso período de preparação, abrem-se também as portas ao público, ansioso por poder voltar a estar junto dos seus heróis, e com eles festejar as vitórias que, irmanados, também ajudarão a alcançar.

É um momento transcendente na vida do desporto mais querido dos portugueses.

Depois de longos meses de ausência, e ainda que em dose reduzida, o futebol vai poder voltar a ser a festa de todas as festas, esperando-se que do jogo de amanhã saiam sinais de boa conduta, que levem as autoridades políticas e de saúde a pensar que valeu a pena abrir as portas dos recintos desportivos.

E o jogo também deverá contribuir para isso. Minhotos e lisboetas possuem talento bastante para nos oferecerem um espetáculo de qualidade, indiciando uma temporada diferente e liberta das grilhetas que acorrentaram a que passou.

Não se pode falar em favorito para esta final: de um lado, Rúben Amorim diz que vencer é a forma de estar da sua equipa, do outro, Carlos Carvalhal responde com o desejo de conquistar a primeira Supertaça nos cem anos de história do seu Sporting de Braga.

Para o vencedor será, sem dúvida, um excelente arranque para uma época que se adivinha recheada de dificuldades, em que os obstáculos irão surgir a cada semana de competição.

O que se deseja é o que o pontapé de saída de amanhã nos traga, a todos, a mais radiosa ideia de um tempo novo, dentro e fora dos estádios.

Cabe a todos uma pesada responsabilidade. É dever de todos saber e ser capaz de a cumprir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.