Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Adiante
Um podcast sobre o mundo daqui para a frente. Uma conversa semanal a três vozes ajuda a perceber o que pode mudar no mundo depois da pandemia. Por causa dela, pelos seus impactos na sociedade, nos Estados, nas empresas, nos comportamentos. Daqui para frente nada vai ser como dantes ? A ouvir vamos, todas as sextas, pela tardinha. Um podcast especial da Renascença com apoio da Gama Glória, Sociedade de Advogados. Moderação de José Pedro Frazão
A+ / A-
Arquivo
O dinheiro nas nossas mãos - Adiante

Adiante

O dinheiro nas nossas mãos

26 jun, 2020 • José Pedro Frazão


​Com a pandemia, o recurso a dinheiro físico foi desaconselhado por razões sanitárias invocadas pelas autoridades de saúde. O distanciamento físico dos balcões tradicionais levou ao recurso a transacções electrónicas e a cartões “contactless”.

Que tendências foram aceleradas pela pandemia? A banca tradicional vai ser desafiada a uma mudança mais acelerada ? E onde vai estar o motor dessa transição digital na banca? Vamos ter mais moedas virtuais?

É o tema desta semana no podcast especial Adiante, disponível sempre à sexta-feira nas plataformas digitais de podcasts, numa parceria da Renascença com Gama Glória, Sociedade de Advogados.

O convidado é Ricardo Macieira, director-geral da Revolut Portugal, em conversa com André Júdice Glória, da Gama Glória, Sociedade de Advogados, moderada por José Pedro Frazão, da Renascença.

Adiante é o podcast que debate o que pode mudar daqui para a frente, em parceria com a Gama Glória, Sociedade de Advogados, com apoio técnico de Carlos Schmidt e sonoplastia de André Peralta.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.